Gibi Raro
     

Nesta seção vamos apresentar algumas curiosidades relativas aos quadrinhos, como por exemplo os nomes dos cowboys e seus respectivos cavalos. Mostraremos também capas de gibis ou quadrinhos baseados em fotos de cinema, ou mesmo as que foram copiadas de outras capas de revistas publicadas no Brasil e exterior. Além disso algumas “falhas”, tais como o nome trocado, em função do direito autoral daquele personagem estar cadastrado numa editora. Assim, alguns heróis como Durango kid (Ebal), tiveram suas historias publicadas como cavaleiro negro (Rge). O mesmo ocorreu em Buck Jones (Ebal), quando foi publicado como Arizona kid ( RGE). Curioso foi o lendário herói kid Colt, que aparecia nas paginas de Cavaleiro Negro e campeões do oeste da Rge. A editora La selva colocou o nome do herói na revista, sem poder publicar as historias de seu personagem – titulo. Na Ebal o nome de kid CLT foi trocado para Kid Mauser.

ESTATÍSTICA CURIOSA (de 1939 a 1965)

Por intermédio das revistas de histórias em quadrinhos, podemos ver a inflação e sua rápida sucessão. Pegamos a primeira revista de histórias completas, a mensal, e viemos até nossos dias. Assim é que, em 1939 uma revista custava Cr$ 1,00 e hoje essa mesma revista custa Cr$ 200,00. Isto quer dizer que em 26 anos as revistas passaram a custar duzentas vezes mais caras. Vejamos:

ANO
1939 a 1940
1940 a 1946
1947 a 1950
1951 a 1953
1954
1955
1956 a 1957
1958
1959
1960
1960
1961
1962
1962
1963
1964
1964
1964
1964
1965
Cr$
1,00
1,50
2,00
3,00
4,00
5,00
6,00
8,00
10,00
12,00
15,00
20,00
30,00
40,00
50,00
70,00
100,00
120,00
150,00
200,00


Colocamos as 2 frações finais (00), na importância em dinheiro, pelo motivo de haver centavos em 1940 a 1946.

Além disso tudo tem outra coisa: dos anos 1939 a 1947 as revistas de histórias em quadrinhos apresentavam 100 páginas. Hoje apenas 36 páginas. Uma revista naquele tempo equivalia a 3 de nossos dias. Hoje 1 almanaque de 100 págs custa Cr$ 500 ou mais. ( pesquisa feita em 1965, por Edson Rontani)
Fórum

Direito Autoral - Este site tem como único objetivo Cultural preservar a memória dos quadrinhos publicados no Brasil, possibilitando fonte de pesquisa para estudantes, jornalistas, aficcionados do gênero e curiosos. Todas as manifestaçoes aqui contidas respeitam os direitos autorais dos detentores dos personagens de gibis, HQ, mangá, Comics, animes, quadrinhos e personagens em geral, bem como editoras e desenhistas contidos neste site. (Kendi Sakamoto)
desenvolvido por Dialética